HABITAR A CIÊNCIA, TRANSGREDIR VERDADES, INTERDISCIPLINARIZAR SABERES

Josenildo Soares Bezerra

Resumo


As discussões em torno das Ciências Humanas, saberes interdisciplinares e educação crítica, desde sempre causam polêmicas e desconfortos no embate acadêmico. As chamadas Ciências Exatas e Biomédicas, que possuem outra lógica de pensar e mensurar os fatos, acreditam que os cientistas das humanidades vivem em devaneios e poetizando o fazer pesquisa. A princípio, devanear, poetizar, fazer das nossas pesquisas uma verdadeira obra de arte não tem nada de errado, pois estamos em um campo do saber que o subjetivo e a falta, o vir-a-ser é nosso esteio basilar para pensar o humano e suas infindáveis demandas do existir. Nesse texto trago reflexões sob a luz de Merleau-Ponty (2004), Morin (2010) e Foucault (1999), Bataille (2013) e, então, interdisciplinarizar possibilidades de construir saberes a partir de dispersões conceituais, deslizamento entre áreas conhecidamente incapazes de produzir saberes em comunhão, para pensar em uma sociedade mais equânime e liberta de maniqueísmos. Transdisciplinarizar para construir saberes.


Palavras-chave


: Ciência; Verdade; Interdisciplinaridade; Saber; Transgressão

Texto completo:

PDF


  

 

Directory of Open Access Journals

 

SEER

 

Portal de Periódicos


JournalTOCs

 

Google Scholar

 

Diadorim

 

Latindex

 

Início

http://s01.flagcounter.com/more/0G4O/