A FRONTEIRA NA ESCOLA: imaginários e narrativas escolares em Foz do Iguaçu

Laura Janaina Dias Amato, Raquel Maia Ferreira Arvelos

Resumo


Este artigo é o resultado de uma pesquisa de Iniciação Científica vinculada ao projeto “Construção crítica do imaginário trinacional”, que tem como objetivo analisar discursos de membros de comunidades escolares do ensino básico regular do município de Foz do Iguaçu, para compreender parte da formação do imaginário sobre a região trinacional. Neste trabalho apresentamos algumas reflexões sobre uma escola localizada próxima a fronteira com a Argentina. Tendo em vista que a escola é um lócus propício para a formação discursiva e imagética do sujeito, toma-se esse local e os sujeitos partícipes do mesmo para buscar compreender como estes sujeitos apreendem a habitar e se constituir enquanto seres fronteiriços.


Palavras-chave


Imaginário, Educação, Fronteiras, Discursos

Texto completo:

PDF


  

 

Directory of Open Access Journals

 

SEER

 

Portal de Periódicos


JournalTOCs

 

Google Scholar

 

Diadorim

 

Latindex

 

Início

http://s01.flagcounter.com/more/0G4O/