O BALANCED SCORECARD NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO RAMO DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM MOSSORÓ/RN

Nadja Luana Cunha Bezerra, Danielle Miranda Oliveira Arruda

Resumo


Diante da realidade encarada pelas micro e pequenas empresas – MPEs no cenário brasileiro, das inúmeras dificuldades enfrentadas para poderem manter-se competitivas no mercado, faz-se necessário um estudo para evidenciar as possíveis falhas dentro destas organizações. O trabalho tem como objetivo evidenciar as perspectivas do Balanced Scorecard na gestão estratégica das empresas do ramo de construção civil de Mossoró/RN. O estudo caracterizou-se como uma pesquisa descritiva e qualitativa, fundamentando-se em um estudo de caso. Os dados foram coletados por meio de um roteiro de entrevista, estruturado com sete perguntas abertas. A entrevista foi realizada com uma população de 4 empresas, sendo duas micro e duas pequenas, limitou-se a cidade de Mossoró/RN, em que foi utilizado para apuração dos resultados a análise de conteúdo. Diante dos resultados obtidos concluiu-se que estas empresas mostram pouco conhecimento sobre o Balanced Scorecard e não fazem uso do mesmo. Contudo, faz-se necessário observar que suas perspectivas estão inseridas em seu meio organizacional, e seus gestores as reconhecem no dia-a-dia. Diante de tais reconhecimentos, foi possível identificar que as empresas têm interesse em aderir ao uso da ferramenta BSC.

Palavras-chave


Balanced Scorecard. Perspectivas. Organização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31864/rcc.v2i1.1935