DETERMINANTES DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA DE ESTUDANTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E SECRETARIADO EXECUTIVO BILÍNGUE DO CAMPUS IV DA UFPB

Gilberto Magalhães da Silva Filho, Josinaldo Ramos da Silva, Jane Kelly Batista Ramalho Pedroza, Luiz Gustavo de Sena Brandão Pessoa, João Batista Miguel Honório

Resumo


O presente artigo teve como objetivo verificar o nível de educação financeira deestudantes dos cursos de Ciências Contábeis e Secretariado Executivo Bilíngue doCampus IV da Universidade Federal da Paraíba e seus determinantes. Utilizou-se ométodo de pesquisa descritivo, com procedimentos bibliográficos e levantamento dedados. A coleta de dados se deu por meio da aplicação de um questionário, comquestões abertas e fechadas. A amostra da pesquisa compreendeu 303 alunos,sendo 181 de Ciências Contábeis e 122 de Secretariado Executivo Bilíngue. Osresultados demostraram que o nível de educação financeira dos estudantes deCiências Contábeis e Secretariado Executivo Bilíngue foi muito baixo, apenas 24%do total de estudantes pesquisados acertaram as três questões que medem o nívelde educação financeira. Em contraste com esse nível de educação financeira muitobaixo, os estudantes se autoavaliam com um bom conhecimento financeiro, dandouma nota 4,37, considerada boa, em uma escala de 1 a 7, em que 1, 2 e 3 é ruim, 4,5 e 6 é bom e 7 é ótimo, para seu próprio conhecimento. As variáveis consideradascomo determinantes para o nível de educação financeira dos estudantesencontradas foram: curso, gênero, idade, nível de escolaridade do pai e período do curso. Os resultados encontrados sugerem uma maior atenção para a educação financeira no ensino superior.

Palavras-chave


Educação financeira. Alfabetização financeira. Finanças pessoais. Área temática: Educação Contábil e Finanças

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31864/rcc.v5i2.2621