GESTÃO DE CUSTOS AMBIENTAIS: UM ESTUDO NUMA REDE HOTELEIRA DO RIO GRANDE DO NORTE

Auris Martins de Oliveira, Antônio Cladio Noberto Paiva, Cássio Rodrigo da Costa Almeida, Saulo Medeiros Diniz, Alan Martins de Oliveira

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo verificar se existe uma análise e controle dos custos ambientais segregados dos demais gastos da prestação de serviços numa rede hoteleira do Rio Grande do Norte. Trata-se de uma pesquisa descritiva, empírica, com trabalho de campo. Como resultados observou-se com relação aos estoques a predominância dos insumos renováveis. Foram identificadas ações com uso da reciclagem, bem como gastos com arborização e investimentos para economia de energia elétrica e água. No quesito da gestão orçamentária, elaboram-se orçamentos nos hotéis pesquisados, e é feita a rotineira comparação ou controle do orçado versus incorrido. Como conclusões, as empresas que compõem esta rede hoteleira não utilizam uma gestão de custos ambientais de forma segregada dos demais custos dos serviços prestados; e não é possível afirmar que existe nos relatórios econômicos e financeiros, obrigatórios ou gerenciais, o uso das ferramentas da contabilidade aplicada ao meio ambiente natural.


Palavras-chave


meio ambiente; Turismo sustentável; Informações econômicas e financeiras ambientais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31864/rcc.v7i2.3298