DISCIPLINAMENTO DO CORPO FEMININO: MÍDIA E PRODUÇÃO DE SUBJETIVIDADES

Karla Jane Eyre da Cunha Bezerra

Resumo


Estamos numa sociedade marcada pela individualidade de natureza narcisista, pelo culto às aparências e pela transformação do corpo em mercadoria (como algo que pode ser oferecido e comprado). E a mídia publiciza esses novos padrões de comportamentos para se conquistar o corpo belo e saudável, aquele que se insere no padrão estético vigente. Neste contexto, a cada dia surgem milhares de blogs que constituem novas práticas discursivas e incutem na mulher o padrão de beleza que deverá ser perseguido. Os blogs são novas tecnologias a serviço do poder que auxiliam na transmissão dos saberes do corpo, a fim de tornar o exercício do poder mais eficiente. Pretendemos aqui analisar, partindo de uma perspectiva foucaultiana, as relações de poder dos discursos sobre o corpo feminino e como esses discursos operam na fabricação de sujeitos de corpos submissos. Para esse fim selecionamos o blog http://gabrielapugliesi.com/, da Gabriela Pugliesi, que consiste numa ferramenta de interação direcionada ao público feminino cujo trabalho é construir e fazer circular discursos que promovem os estilos de vida tidos como saudáveis, caracterizados por dietas restritivas, séries de exercícios especializados em modelar milimetricamente o corpo e a ingestão de medicamentos.

Palavras-chave


Poder. Corpo. Subjetividade.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


A REVISTA ESTÁ INDEXADA EM:

      

Classificação Qualis/CAPES (Quadriênio 2013-2106):
B4 em Linguística e Literatura
B5 em Educação
B5 em Ensino