O ECO IRÔNICO EM O MÁGICO DE OZ

Paulo Ricardo Fernandes Rocha, Pedro Adrião da Silva Júnior

Resumo


Este artigo tem por objetivo realizar alguns levantamentos teóricos sobre ironia, por sua vez, identificando alguns princípios e tipos de ironia na obra O Mágico de Oz (2011), de L. Frank Baum. Vale ressaltar que as investigações abordadas aludirão à ironia em perspectivas literárias e pragmáticas. Encontram-se, nesta investigação científica, os seguintes teóricos: Muecke (1997), Zúñiga (2010), Reyes (1994), Ortega (2005). A pesquisa foi descritiva, realizada através de levantamento bibliográfico. Em síntese, foi perceptível a ironia nas ações dos personagens protagonistas selecionados como corpus de análise, respectivamente: o Espantalho, o Homem de Lata e o Leão Covarde. Estes saíram em uma jornada buscando algo que já possuíam: o Espantalho almejando um cérebro; o Homem de Lata, um coração; o Leão Covarde, coragem. 


Palavras-chave


Ironia. Literatura. Pragmática. O Mágico de Oz.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


A REVISTA ESTÁ INDEXADA EM:

      

Classificação Qualis/CAPES (Quadriênio 2013-2106):
B4 em Linguística e Literatura
B5 em Educação
B5 em Ensino