O GÊNERO EVANESCENTE EM “A CAPTURA DE CÉRBERO” DE AGATHA CHRISTIE

Moisés Silva Azevedo Filho, Caroline Estevam de Carvalho Pessoa

Resumo


O presente artigo visou estudar o conto “A Captura de Cérbero” (2010) da escritora britânica Agatha Christie, sob a perspectiva do subgênero literário advindo do fantástico denominado estranho, proposto por Todorov (1981). No decorrer da pesquisa, foi feita uma explanação acerca de gênero literário e de literatura fantástica, percorrendo por suas principais concepções e facetas. Por conseguinte, foi analisado, na narrativa, os principais elementos que categorize o conto de Christie como do subgênero estranho. A pesquisa se deu de caráter bibliográfico e analítica. O aporte teórico foi composto principalmente por Todorov (1981). Por fim, houve êxito em analisar os excertos do conto para considerá-la como narrativa evanescente.

Palavras-chave


Literatura Fantástica. Estranho. Agatha Christie.

Texto completo:

PDF

Referências


CAZOTTE, Jacques. le diable amoureux. Paris, Corti, 1962.

CHRISTIE, Agatha. A captura do cérbero. In: Os diários secretos de Agatha Christie: 50 anos de mistérios na criação / John Curran; tradução: Thereza Christina Rocque Motta - São Paulo: Leya, 2010.

LOVECRAFT, H.P. Supernatural horror in literature. New York, Ben Abrfamsor, 1927.

POE, Edgar Allan. The fall of house of Usher. Burton's Gentleman's Magazine,

______________. The murders in the rue morgue. Graham's Magazine, 1841

TODOROV, Tzvetan. Introdução à literatura fantástica. 2° ed. Editons du seuil. Paris, 1981. Adaptação brasileira a partir do espanhol: Digital Source.




A REVISTA ESTÁ INDEXADA EM:

      

Classificação Qualis/CAPES (Quadriênio 2013-2106):
B4 em Linguística e Literatura
B5 em Educação
B5 em Ensino