A força comunicativa das partículas modais alemãs no ensino de línguas

Marceli Aquino

Resumo


Este trabalho aborda as funções comunicativas das partículas modais doch e ja no idioma alemão. Estas partículas, como muitas outras, não são totalmente decifradas e compreendidas por estudantes estrangeiros, quando traduzidas com apenas algumas definições, que muitas vezes não cobrem a complexidade e a capacidade de mudar completamente a intenção do falante e o significado no diálogo. Apresentamos aqui as traduções das partículas mencionadas para português do Brasil. Para esse efeito, dois filmes contemporâneos alemães foram analisados. As ocorrências das partículas nesses filmes foram submetidas à interpretação e tradução de professores brasileiros de alemão e alemães que vivem no Brasil. Esse procedimento fornece um novo ponto de vista aos estudos das partículas modais no ensino de língua alemã no Brasil. Com relação ao ensino de língua estrangeira, mostrou-se que as partículas modais devem ser constantemente praticadas em situações reais de comunicação, a fim de tornar o aprendizado ao mesmo tempo dinâmico e eficaz.

Palavras-chave


Partículas Modais Alemãs; Ensino de Língua Estrangeira; Filmes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22297/dl.v1i2.303

 
 
 
Revista Diálogo das Letras (ISSN 2316-1795). Grupo de Pesquisa em Produção e Ensino do Texto. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Pau dos Ferros. Rio Grande do Norte.
 
 
Indexada em:
 
 
Associada à Associação Brasileira de Editores Científicos - ABEC:
 
 
Registrada no CrossRef:
 
 
Classificação Qualis/CAPES (Quadriênio 2013-2106):
B1 em Linguística e Literatura
B1 em Educação
B1 em Ensino
B2 em Interdisciplinar
B4 Ciência Política e Relações Internacionais