Discussão do texto literário como ferramenta de ensino de E/LE em disciplinas do curso de Letras-Espanhol: propostas de componente curricular

Regiane Santos Cabral de Paiva

Resumo


Em pesquisa realizada no curso de Letras/Espanhol da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), constatamos, por meio de análise de Programas Gerais de Componente Curricular (PGCC), que nos programas destinados à metodologia não há lugar para a discussão do Texto Literário (TL) como ferramenta de ensino-aprendizagem de língua espanhola. Para a discussão sobre planejamento, nos apoiamos em Haydt (2006), Masseto (1997) e Libâneo (2008) e sobre o TL para o ensino, em Mendoza Fillola (2002, 2007) e Albadalejo (2007). Diante das nossas constatações, nosso desafio consiste em propor uma reflexão para os programas das disciplinas de formação metodológica que fazem parte da matriz curricular do curso de Letras/Espanhol. Para isso, apresentamos dois PGCC onde sugerimos uma nova perspectiva para os seus objetivos e, principalmente, para os conteúdos, possibilitando a inclusão do TL como ferramenta para o ensino e aprendizagem do Espanhol Língua Estrangeira (E/LE) sem excluir os outros gêneros discursivos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBADALEJO, M. D. G. Cómo llevar la literatura al aula de ele: de la teoría a la Práctica. In: MarcoELE. Revista de didáctica ELE. Nº 5, 2007. Disponível em: .

Acesso em: 29 mai. 2019.

ALMEIDA FILHO, J. C. P. Dimensões comunicativas no ensino de línguas. Campinas, SP: Pontes, 1993.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais - terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Média e Tecnológica- Língua estrangeira, 1998. Disponível em: . Acesso em: 21 mar. 2012.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais do ensino médio: Linguagens, códigos e suas tecnologias- PCNEM (Parte II). Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Média e Tecnológica, 2000. Disponível em: . Acesso em: 21 mar. 2012.

BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio (OCEM). Linguagens, códigos e suas tecnologias. v. 1. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2008. Disponível no portal do MEC em: . Acesso em: 21 mar. 2012.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio: Linguagens, códigos e suas tecnologias- PCNEM (Parte II). Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Média e Tecnológica, 2000. Disponível em: . Acesso em: 21 mar. 2012.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio (OCEM). Linguagens, códigos e suas tecnologias. v. 1. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2008. Disponível no portal do MEC em: . Acesso em: 21 mar. 2012.

HAYDT, R.C. C. Curso de didática geral. 8 ed. São Paulo: Ática, 2006.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 2008.

MASSETO, M. T. Didática: a aula como centro. São Paulo: FTD, 1997.

MENDOZA FILLOLA, A. La utilización de materiales literarios en la enseñanza de lenguas extranjeras. in: GUILLÉN, C. Lenguas para abrir camino. Madrid: Ministerio de Educación, Ciencia Y Deporte. Aulas de verano. Instituto Superior de Formación del Profesorado. p. 113-166, 2002.

MENDOZA FILLOLA, A. Materiales literarios en el aprendizaje de lengua extranjera. Barcelona: I.C.E. Universitat de Barcelona, 2007.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/GAERI. Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas - Aprendizagem, ensino, avaliação. Tradução: Maria Joana Pimentel do Rosário Nuno Verdial Soares. Porto: Edições ASA, 2001.

TENORIO, P.; REYSÁBAL, M. V. El aprendizaje significativo de la literatura. Madrid: La Muralla, S.A., 1992.

VILAÇA, M. L. C. O material didático no ensino de língua estrangeira: definições, modalidades e papéis (UNIGRANRIO). Revista eletrônica do Instituto de Humanidades. V.VIII, Nº XXX, p. 1-14, jul./set. 2009. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2018.




DOI: https://doi.org/10.22297/dl.v8i3.4127

 
 
 
Revista Diálogo das Letras (ISSN 2316-1795). Grupo de Pesquisa em Produção e Ensino do Texto. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Pau dos Ferros. Rio Grande do Norte.
 
 
Indexada em:
 
 
Associada à Associação Brasileira de Editores Científicos - ABEC:
 
 
Registrada no CrossRef:
 
 
Classificação Qualis/CAPES (Quadriênio 2013-2106):
B1 em Linguística e Literatura
B1 em Educação
B1 em Ensino
B2 em Interdisciplinar
B4 Ciência Política e Relações Internacionais