EDUCAÇÃO FINANCEIRA AOS ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS

Fernanda Teixeira Franco Ribeiro, Lenner Castanheira Carvalho, Leandro Rivelli Teixeira Nogueira, Thiago Fontelas Rosado Gambi

Resumo


Este artigo analisa os resultados de uma ação de extensão desenvolvida em 2012 com intuito de levar os estudantes do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas – ICSA – da Unifal - MG, Campus de Varginha/MG às escolas públicas para que possam apresentar conceitos básicos de finanças pessoais a alunos do ensino médio. A atividade foi desenvolvida especificamente em Escolas Públicas de Varginha e Lavras, tendo como público-alvo alunos, com idade de 14 á 16 anos, cursando o 1° e 2° anos do ensino médio. Para as atividades do projeto, foram ministradas aulas sobre o tema finanças pessoais. Nessas aulas, foram utilizadas planilhas orçamentárias como instrumento de organização e análise das finanças pessoais das famílias, nas quais os alunos preenchiam as planilhas com as receitas, custos fixos e correntes de suas famílias, a fim de analisar o comportamento de suas finanças. Para os casos de déficit, os alunos foram orientados para adorarem ações de economia doméstica e finanças pessoais, como controle dos gastos, buscando, com isso, solucionar o problema. Para os casos de superávit orçamentário, foram orientados a buscarem alternativas de investimentos, como a poupança.

Texto completo:

PDF


Revista Extendere - ISSN 2318-2350