Desigualdades socioespaciais em pequenas cidades: a segregação residencial na cidade de Pau dos Ferros-RN

Josué Alencar Bezerra, Keliane Queiroz de Lima

Resumo


O estudo das cidades do Alto Oeste Potiguar possibilita o entendimento da problemática que envolve as cidades de pequeno porte, sobretudo as que estão inseridas nas regiões economicamente frágeis. Muitas destas cidades são caracterizadas pela ausência de políticas públicas e atividades econômicas voltadas para o desenvolvimento da população, esse aspecto, aliado à insuficiente atuação do poder público, contribuiu para o surgimento de vários problemas, entretanto, o que nos chama mais atenção é o surgimento de espaços desiguais nestas cidades, como é o caso de Pau dos Ferros. Apesar da dimensão destes espaços, o processo de segregação, sobretudo a residencial, tem se mostrado cada vez mais comum. É preciso garantir para essa população a melhora da qualidade de vida e da justiça social em relação ao conjunto da coletividade urbana. Este trabalho é produto de pesquisa financiada pelo CNPq e desenvolvida no Núcleo de Estudos em Geografia Agrária e Regional (NuGAR) como também de Trabalho de Conclusão de Curso no Departamento de Geografia do CAMEAM/UERN.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v1i1.120

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio