Revista Geotemas, Vol. 6, No 2 (6)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES EM MOSSÓRO/RN: ELABORAÇÃO DE UMA CARTILHA EDUCATIVA

Hilquias Sabino Barros, Francisca Leidiana Souza, Jozilene Souza

Resumo


O município de Mossoró é um dos dois únicos municípios do Rio Grande do Norte, que possui um aterro sanitário dentro da pontuação satisfatória que o torna adequado segundo o relatório do Plano Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de 2012. O gerenciamento dos resíduos urbanos no município é realizado sob a atividade conjunta entre a prefeitura que administra as operações no aterro e a SANEAV, empresa contratada para os serviços de coleta, transporte e destinação final. De acordo com os dados fornecidos pela SANEPAV, diariamente são descartados no aterro, aproximadamente 150 toneladas de resíduos, dos quais se estimam que sua composição é de aproximadamente 63% de matéria orgânica, 15 % de plástico, 13% de papel/papelão, 3% de resíduos inertes, 2% de vidro, 2% de têxteis, 1% de metais ferrosos e 0,2% de tetra pak. Uma das alternativas de reduzir a quantidade de resíduos que são descartados de forma inadequada no aterro é a intensificação de políticas educativas para a população e o incentivo a práticas da coleta seletiva. Desta forma, o objetivo do trabalho foi de elaborar uma cartilha explicativa sobre o gerenciamento e descarte correto dos resíduos domésticos, o qual foi utilizado a metodologia de pesquisa-ação, que associa a ação com a atividade de pesquisa onde o participante é considerado sujeito ativo da pesquisa. O resultado obtido foi uma cartilha que expõe de forma clara e objetiva, os procedimentos de como gerenciar corretamente, os resíduos domésticos produzidos cotidianamente.

Texto Completo: PDF