SANEAMENTO BÁSICO EM COMUNIDADES QUILOMBOLAS NO ESTADO DE ALAGOAS

Elvis Pantaleão Ferreira, Fabiana de Souza Pantaleão

Resumo


O Estado de Alagoas apresenta 61 comunidades quilombolas distribuídas em diversos municípios. No município de Santana do Mundaú tem-se: as comunidades quilombolas Filus, Mariana e Jussarinha. O trabalho teve como objetivo a elaboração de um estudo pioneiro sobre a real situação do saneamento ambiental dessas comunidades, no tocante aos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário e disposição dos resíduos sólidos domiciliares. A pesquisa apresenta como aspectos metodológicos estudo exploratório e descritivo de cunho qualitativo. A pesquisa permitiu conhecer que as comunidades quilombolas, estão carentes de investimentos em saneamento, além de apresentarem a necessidade de um sólido programa de educação sanitária e ambiental, sensibilização e a construção de uma consciência individual e coletiva de mudanças de hábitos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v6i2.1774

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio