ESTUDO FITOSSOCIÓLGICO DE UMA ÁREA DE CAATINGA EM ESTÁGIO INICIAL DE SUCESSÃO ECOLÓGICA NO ESTADO DA PARAÍBA, BRASIL

Fabio Rossano Dario

Resumo


Este estudo foi realizado em área inserida no ecossistema Savana-Estépica Arborizada, do bioma Caatinga, localizada no município de Campina Grande, estado da Paraíba. O objetivo deste estudo foi conhecer a composição florística e a estrutura da vegetação através de estudo florístico e inventário florestal em oito parcelas de 10 x 40 m, onde foram mensuradas todas as árvores e arbustos com diâmetro ao nível do solo > 2 cm e altura > 100 cm. Foram calculados parâmetros fitossociológicos, índices de Shannon (H’) e equitabilidade de Pielou (J). O estrato da vegetação predominante é o arbustivo, com alturas variando entre 1 e 2 m, com presença de árvores emergentes, cuja altura máxima é de 5 m. A área basal total foi de 2,94 m2.ha-1. A fitossociologia registrou uma diversidade baixa de espécies (n=20), com o valor de Shannon H’=1,89 nats.ind-1. As espécies vegetais de maior densidade foram Mimosa tenuiflora, Croton blanchetianus, Poincianella pyramidalis, Croton heliotropiifolius, Jatropha mutabilis e Piptadenia stipulacea. As espécies com maior valor de importância foram Mimosa tenuiflora, Ziziphus joazeiro, Croton blanchetianus, Poincianella pyramidalis e Commiphora leptophloeos. A florística registrou 65 espécies, entre árvores, arbustos, ervas, lianas e epífitas. Com os resultados concluiu-se que a vegetação encontra-se no estágio inicial de sucessão ecológica com diferentes graus de antropização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v7i1.2581

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio