AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE ITIRAPINA – SP

Bruna Feliz dos Santos, Diego Peruchi Trevisan, Luiz Eduardo Moschini

Resumo


Nos últimos anos, a preocupação com a preservação dos recursos naturais tem aumentado significativamente. Nesta perspectiva, o presente trabalho visa avaliar a vulnerabilidade ambiental do município de Itirapina – SP, em decorrência da relação das características físicas com o uso e cobertura da terra no ano de 2016. As informações de geologia, pedologia, declividade e uso e cobertura da terra foram inseridas e analisadas em Sistema de Informações Geográficas (SIGs), as quais deram suporte para a determinação do Índice de Vulnerabilidade. Com o intuito de facilitar o planejamento nas ações de manejo, na atuação sobre a qualidade ambiental e na minimização dos impactos das diferentes atividades no município. As características físicas e as variáveis bióticas e abióticas contribuíram para a determinação do grau de vulnerabilidade ambiental ao qual o município de Itirapina vem sendo submetido ao longo do seu processo de ocupação do território, movido principalmente por questões econômicas, voltadas as commodities agrícolas impulsionadas pelas características ambientais presentes na área de estudo. Desta forma, torna-se evidente a tendência da perda da qualidade ambiental presente no município, que apesar da análise se destacar com um grau de muito baixa e baixa vulnerabilidade, a região ainda sofre pressões antrópicas, frente a cultivos agrícolas o que pode comprometer a manutenção dos serviços ambientais proporcionados pelos ecossistemas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v8i1.2822

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio