ASPECTOS PLUVIOMÉTRICOS E HETEROGENEIDADE DO RELEVO NA DISPONIBILIDADE HÍDRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO APODI/MOSSORÓ (RN, BRASIL)

David Hélio Miranda de Medeiros, Andrea Almeida Cavalcante, Lidriana de Souza Pinheiro

Resumo


Esta pesquisa objetiva associar a variação espacial da pluviometria e relevo, para disponibilidade hídrica na Bacia Hidrográfica do Rio Apodi/Mossoró (RN, Brasil). Foram utilizados uma série de dados temporais de precipitação pluviométrica (mm) entre os anos de 1983 a 2013, de 38 postos de monitoramento localizados ao longo da área de estudo, obtidos a partir do banco de dados disponibilizado pelas instituições ANA, CPRM, EMPARN e SUDENE. Os dados foram submetidos ao procedimento geoestatístico de interpolação, pelo método de ponderação pelo inverso da distância (IDW). Foi observada a divisão em sub-regiões pluviométricas bem definidas: no trecho que engloba o alto curso do Rio Apodi/Mossoró, as precipitações estão entre 821 a 1.284 mm; os níveis de chuvas entre 742 a 821 mm dominam maior parte da porção do médio curso; e no baixo curso, foi caracterizado pelo clima mais seco, uma vez que os índices de chuvas oscilam entre 534 a 742 mm. Os resultados corroboraram a influência do domínio de maciços residuais (platôs na ordem de 700 e 750 m) na pluviometria, nos trechos iniciais da bacia hidrográfica. Portanto, as condições da dinâmica atmosférica e heterogeneidade da morfologia do relevo influenciam nas variações temporais e espaciais da precipitação pluviométrica da área de estudo.

Palavras-chave: Rios. Semiárido. Pluviometria. Geoestatística.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v8i3.3231

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio