A PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOCENTE EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE UPANEMA-RN

Julimar Pereira de França, Jacimara Vieira Albuquerque, Melissa Rafaela Costa Pimenta, Ramiro Gustavo Valera Camacho

Resumo


Nos últimos séculos, especialmente após a Revolução Industrial, a relação homem natureza tem causado prejuízos aos ecossistemas planetários. Essa questão ambiental exige mudanças nos valores e no modo de vida produtiva da civilização humana atual. No entanto, a construção de uma mentalidade planetária ecológica poderá ocorrer mediante a implantação de uma educação ambiental, que dissemine novos valores e contribua para superação das percepções ambientais destrutivas que predominam entre os atores sociais no mundo contemporâneo. Por isso, o objetivo do presente artigo é identificar e analisar as percepções ambientais dos docentes de uma escola pública de ensino fundamental do município de Upanema-RN. Para isso, foi aplicado um questionário com quatro docentes desse estabelecimento de ensino,sendo analisadas as respostas com base nos referenciais teórico-metodológicos da educação ambiental crítica. Diante disso,identificamos que entre os docentes predominam conceitos e valores sobre a temática ambiental que está voltada para uma concepção de meio ambiente bastante reducionista e disciplinar. Essa limitação resulta na realização de práticas de educação ambiental de correntes conservadoras, que dissimulam as relações de dominação homem e natureza, e contribuem para perpetuação da sociedade de consumo e sua lógica destrutiva, que conduz a humanidade a uma grave catástrofe civilizatória desde o uso indevido dos recursos naturais, a forma de produção e os resíduos gerados.

Palavras-chave


Gestão Ambiental. Educação Ambiental. Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, S. de F. Wilhelm Wundt e a fundação do primeiro centro internacional de formação de psicólogos. Temas psicol., Ribeirão Preto, v. 17, n. 1, p. 09-14, 2009. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BERNA, V. Como fazer educação ambiental. São Paulo: Paulus,2001.

BOFF, L. Sustentabilidade: O que é – o que não é. 4 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2015.

BRASIL. MEC. Panorama da educação ambiental no ensino fundamental/Secretaria de Educação Fundamental, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2018.

BRASIL. MEC. Parâmetros curriculares nacionais: meio ambiente: saúde/Secretaria da educação Fundamental. 3 ed. Brasília: A Secretaria,2001.

BRASIL. MEC. Ministério do Meio Ambiente. A implantação da educação ambiental no Brasil, 1998. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2018.

CAMARGO, A. L. de B. Desenvolvimento sustentável: dimensões e desafios. 5 ed. Campinas/SP: Papirus, 2010.

CARVALHO, I. C. de M. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. 6 ed. São Paulo: Cortez, 2017.

COSTA, L. M. Cultura e Natureza: Tribos urbanas e povos tradicionais. Rio de Janeiro: Garamond, 2011. (Col. Desafios do século XXI).

FAGGIONATO, S. Percepção Ambiental. Material e Textos. (2011). Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2018.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra,1987.

GRUN, M. Ética e educação ambiental: A conexão necessária.12 ed. Campinas-SP: Papirus, 2015.

GUIMARÃES, M. A formação de educadores ambientais. 8 ed. Campinas-SP: Papirus, 2014. (Coleção Papirus Educação).

HOEFFEL, J. L.; FADINI, A. A. B. Percepção ambiental. In: ENCONTROS e caminhos: formação de educadoras(es) e coletivos educadores. Brasília: Departamento de Educação Ambiental, 2007.

LAYRARGUES, P. P.; LIMA, G. F. C. As macrotendências político pedagógicas da educação ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade, Campinas, v.17, n.1,p.23-40, 2014.Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

LOUREIRO, C.F. Trajetórias e fundamentos da educação ambiental. São Paulo: Cortez, 2012.

MINAYO, M. C. de S. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec,1993.

REIGOTA, M. O que é educação ambiental. 3 edição. São Paulo: Brasiliense, 2014. (Coleção Primeiros Passos).

SAUVÉ, L. Uma cartografia das correntes em educação ambiental. In: SATO, M.; CARVALHO, I. C. M.(org.). Educação ambiental: pesquisa e desafios. Porto Alegre: Artemed, 2005. p.17-44.

SAUVÉ, L. Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável: uma análise complexa. Revista de Educação Pública, vol.10, jul/dez, 1997. Disponível em:. Acesso em: 11 jun. 2018.




DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v10i2.4347

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio