INFLUÊNCIA DA GERAÇÃO EÓLICA NA DINÂMICA SOCIOECONÔMICA DO TERRITÓRIO DE JOÃO CÂMARA, RIO GRANDE DO NORTE

Rafael Aguiar da Silva, Francisco Fransualdo de Azevedo

Resumo


Com o significativo crescimento da geração de energia elétrica no território norte-rio-grandense, a atividade eólica configura-se como um elemento propulsor de modificações nas bases territoriais dos municípios potiguares geradores de energia, entre eles João Câmara/RN. A partir desse contexto, o presente artigo tem como objetivo analisar a influência da atividade eólica na conjuntura socioeconômica de João Câmara/RN, destacando as mudanças nos perímetros urbano e rural. Para tanto, a pesquisa caracteriza-se de natureza qualitativa com procedimentos metodológicos que possuem caráter documental e estudo de campo. Foram enfatizados o setor eólico situado em João Câmara (energia produzida, número de parques eólicos e aerogeradores em operação e empresas atuantes), variáveis econômicas (emprego, questão fundiária, arrecadação de impostos e atuação empresarial) e sociais (ações desenvolvidas nas porções rurais onde se localizam os parques eólicos). A partir disso, constatou-se que as mudanças socioeconômicas advindas por meio da atividade eólica no território de João Câmara são pouco expressivas e visivelmente concentradas. No meio urbano o beneficiamento econômico do comércio, crescimento da arrecadação de impostos e aumento da valorização fundiária, e no meio rural o beneficiamento social limitado às medidas compensatórias executadas pelas empresas juntamente com a gestão municipal, não caracterizando o desenvolvimento socioeconômico exaltado no discurso que sustenta a atividade eólica.

Palavras-chave


Energia eólica; Contexto socioeconômico; Território; João Câmara/RN

Texto completo:

PDF

Referências


ABBEÓLICA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENERGIA EÓLICA. Infovento 15. 2020. Disponível em: . Acesso em: 21 mai. 2020.

ANEEL – AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Sistema de Informações de Geração da ANEEL – SIGA. Disponível em: . Acesso em: 14 mai. 2020.

ANEEL – AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Sistema de Informações Geográficas do Setor Elétrico. 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2018.

AZEVEDO, F. F.; ARAÚJO, M. A. A.; SILVA, R. P. Novas estratégias de geração de energia no estado do Rio Grande do Norte – Brasil: o caso do setor eólico energético. In: III SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA DE LA ELECTRIFICACIÓN, 3., 2015, Cidade do México. Anais [...]. México: 2015. p. 1-20.

BARROS, L. F. F. O uso do território e o sistema técnico eólico-energético: coexistências, conflitos e solidariedades com os assentamentos rurais de reforma agrária no Rio Grande do Norte. 2018. 219f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.

BRASIL. Lei Complementar no 87, de 13 de setembro de 1996. Dispõe sobre o imposto dos Estados e do Distrito Federal sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, e dá outras providências.1996. Disponível em: . Acesso em: 27 de jul. 2020.

BRASIL. Lei Complementar no 116, de 31 de julho de 2003. Dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, de competência dos Municípios e do Distrito Federal, e dá outras providências. 2003. Disponível em: . Acesso em: 27 jul. 2020.

BRASIL. Lei Complementar no 140, de 8 de dezembro de 2011. Fixa normas, nos termos dos incisos III, VI e VII do caput e do parágrafo único do art. 23 da Constituição Federal, para a cooperação entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios nas ações administrativas decorrentes do exercício da competência comum relativas à proteção das paisagens naturais notáveis, à proteção do meio ambiente, ao combate à poluição em qualquer de suas formas e à preservação das florestas, da fauna e da flora; e altera a Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981. 2011. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2020.

CGMA – COORDENAÇÃO GERAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO. Perfil Territorial – Mato Grande/RN. 2015. Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2020.

CONAMA – CONSELHO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE. Resolução nº 462, de 24 de julho de 2014. Estabelece procedimentos para o licenciamento ambiental de empreendimentos de geração de energia elétrica a partir de fonte eólica em superfície terrestre, altera o art. 1º da Resolução CONAMA nº 279, de 27 de julho de 2001, e dá outras providências. 2014. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2020.

CTGÁS-ER – CENTRO DE TECNOLOGIA DO GÁS & ENERGIAS RENOVÁVEIS. Programa Camarense Empreendedor. 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2018.

ENTREVISTADO A. Atividade eólica no distrito de Queimadas, João Câmara/RN. Depoimento [nov. 2018]. João Câmara. Entrevista concedida a Rafael Aguiar da Silva.

ENTREVISTADO B. Atividade eólica no distrito de Queimadas, João Câmara/RN. Depoimento. [nov. 2018]. João Câmara. Entrevista concedida a Rafael Aguiar da Silva.

FIERN – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Guia Industrial. 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2018.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HAESBERT, R. O Mito da Desterritorialização: Do “fim dos territórios” à

multiterritorialidade. 1 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

HOFFSTAETER, M. Energia Eólica: Entre ventos, impactos e vulnerabilidades socioambientais no Rio Grande do Norte. 2016. 178f. Dissertação (Mestrado em Estudos Urbanos e Regionais) – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010. 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2018.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. IBGE Cidades. 2018. Disponível em: . Acesso em: 21 mai. 2018.

IFRN – INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE. Campus João Câmara. 2018. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2018.

JOÃO CÂMARA. Lei no 493, de 23 de dezembro de 2014. Dispõe sobre o Sistema Tributário do município de João Câmara e dá outras providências. 2007. Disponível em: . Acesso em: 27 jul. 2020.

SEDS – SECRETARIA ESPECIAL DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL. Bolsa Família. 2018. Disponível em: . Acesso em: 29 set. 2018.

FREITAS, R. R. Influência da geração eólica na economia de João Câmara/RN. Depoimento [nov. 2018]. Questionário Eletrônico (9 questões). João Câmara. Entrevista cedida a Rafael Aguiar da Silva. Entrevista

SICONFI - SISTEMA DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS E FISCAIS DO SETOR PÚBLICO

BRASILEIRO. Contas Anuais. 2018. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2018.

TRALDI, M. Novos Usos do Território no Semiárido Nordestino: Implantação de parques eólicos e valorização seletiva nos municípios de Caetité (BA) e João Câmara (RN). 2014. 272f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2014.

WINDPOWER – WIND ENERGY MARKET INTELLIGENCE. Banco de dados - Brasil. 2018. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2018.

ENERCOR – WOBBEN WIND POWER ENERCON. 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2018.

YIN, R. K. Pesquisa qualitativa do início ao fim / Robert K. Yin ; trad. Daniel Bueno – Porto Alegre: Penso, 2016.




DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v10i3.4372

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio