ARARUNA: DAS NATUREZAS HISTÓRICA, MATERIAL E SIMBÓLICA À ESPACIALIDADE DA CULTURA

Josenildo da Silva Martins

Resumo


Os estudos geográficos realizados a partir da análise da relação espaço e cultura já constituem uma linha de pesquisa consolidada no cenário internacional. No Brasil, é a partir de 1990 que a produção começa a ser evidente. Este trabalho contribui para essa evidência, visto que, pouco mais de duas décadas depois, apreende parte significativa dessas produções, quer seja no contexto nacional, quer seja no internacional, para analisar espacialidades construídas pelo grupo Araruna. Pensando assim, lança um olhar fenomenológico sobre as práticas vividas espacialmente pelo grupo e, em meio às entrevistas e vivências com este, apreende as espacialidades construídas na manifestação de sua cultura no espaço.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33237/geotemas.v3i1.602

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e Bases Bibliográficas




https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=494578



Redes Sociais
 Academia.edu Facebook Instagram

Conteúdo Registrado (DOI)


Revista Associada


Apoio