USO DE CASCAS DE JATOBA PARA REMOÇÃO METÁLICA

Laís Lima

Resumo


Realizou-se testes do poder de adsorção da casca do jatobá (hymenaca courbanil) in natura frente a diversos íons. Os resultados mostraram adsorção de: 87% para o Pb2+, 82% para Cu2+, 75% para Fe3+, 9,70% para Ni2+ e 9,67% para o íon Mn2+. Estudou-se os efeitos do tempo de contato, pH, concentração, temperatura, quantidade e tamanho de partícula da casca na adsorção do íon de cobre. Através dos estudos das isotermas de Freundlich e de Langmuir, na faixa de temperatura de 30 a 50°C, foi possível estimar os parâmetros termodinâmicos: variação de energia livre, variação de entropia e entalpia para o equilíbrio cobre (II) - casca de jatobá.

Texto completo:

PDF