AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS DO ÓLEO DE SEMENTE VERDE DE OITICICA E PRODUÇÃO DO SEU BIODIESEL, UTILIZANDO IODO COMO CATALISADOR

Antônio Alex de Lima Silva

Resumo


A Oiticica é uma espécie típica de matas ciliares da caatinga verdadeira. Sua amêndoa constitui cerca de 70 % do fruto e contém de 60 a 63 % de óleo que em sua composição química, apresenta, principalmente, os ácidos graxos licânico (70 a 80%) e o linolênico (10 a 12%). Não se encontrou na literatura trabalhos a respeito do óleo da semente da oiticica verde, não se sabendo se sua composição é igual à do óleo da semente madura. Assim, o presente trabalho buscou estudar e avaliar as propriedades físico-químicas do óleo de oiticica extraído da semente verde, bem como testar o mesmo na produção de biodiesel, utilizando o iodo como catalisador heterogêneo. As sementes foram coletadas, descascadas e secas. A extração se deu a quente, em sistema soxhlet com n-hexano, por um período de 4 h. O óleo foi caracterizado e posteriormente transesterificado e esterificado utilizando iodo como catalisador. Os resultados mostraram que as propriedades do óleo e biodiesel de semente verde são diferentes das do óleo com semente madura. A reação de transesterificação é menos eficiente que a esterificação utilizando óleo extraído da semente verde, sendo que nesta a conversão é de 87,3% em 6 horas de reação.

Texto completo:

PDF