DIAGNÓSTICO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE CONSULTÓRIOS ODONTOLÓGICOS: O CASO DO CONSULTÓRIO LOCALIZADO NO EDIFÍCIO EPÍLOGO DE CAMPOS - UERN – MOSSORÓ-RN

C. H. C. Pinto

Resumo


Vários autores em todo o mundo relatam que os riscos para a saúde pública gerada por resíduos de serviços de saúde são comparáveis aos riscos ocasionados pelos resíduos domésticos, o que exigiria, para os primeiros, uma atenção especial no que diz respeito ao tratamento, à coleta e à disposição final. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi verificar a conformidade do processo de gerenciamento dos resíduos sólidos odontológicos do consultório da UERN – Mossoró-RN. A verificação foi feita com base nos termos das orientações contidas na legislação ambiental de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) do Estado do Rio Grande do Norte. Foi adotada a metodologia quantitativa, utilizando-se a técnica de entrevista estruturada, através de formulário, conduzida por um único pesquisador. Os resultados mostraram que a Unidade de Saúde não dispõe de um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde – PGRSS, conforme estabelece a Resolução do CONAMA Nº 358/2005. Também existem falhas na infraestrutura do consultório, que não possui local para abrigo dos RSS, área de armazenamento temporário de material e empresa responsável pelo serviço de coleta e destino adequado dos resíduos, além de se ter constatado que os cirurgiões-dentistas do local necessitam de maiores esclarecimentos quanto à forma adequada de gerenciamento e descarte dos RSS.

Texto completo:

PDF