SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS DO TIPO MCM–41 SULFATADA

Kleberson Ricardo de Oliveira Pereira

Resumo


O uso de catalisadores heterogêneos ganha destaque devido à possibilidade de redução de impactos ambientais e aumento da eficiência de processos. Catalisadores mesoporosos, como MCM-41, vem sendo estudados por diversos pesquisadores na aplicação em reações envolvendo macromoléculas e as principais vantagens do uso dessa peneira molecular são: elevada área superficial, elevado diâmetro de poro e volume poroso e boa estabilidade térmica. Porém, a MCM-41 é um material inativo cataliticamente ou pode apresentar sítios ácidos muito fracos, estes materiais mesoporosos, por sua vez podem ter sua superfície modificada mediante a incorporação de uma fase ativa. Dentre as quais se destacam a adição de heteroátomos para geração de sítios ácidos e o íon sulfato o qual confere ao material a característica de superácido. Diante disso, o objetivo deste estudo foi avaliar a síntese e caracterização do suporte MCM-41 e dos catalisadores ZrO2-MCM-41 e SO42--ZrO2-MCM-41. Os catalisadores foram sintetizados pelo método de incorporação por mistura física do óxido com concentração de 5 % de ZrO2 em relação mássica e em seguida caracterizados por DRX, EDX e MEV. Os resultados sugerem que o comportamento característico do material mesoporoso MCM-41 foi alcançado após as sínteses e que os materiais são constituídos basicamente por sílica. Alternativamente, observou-se a presença de compostos derivados de zircônia e enxofre após análise dos catalisadores. Em relação à morfologia, verificou-se que os materiais apresentam formas heterogêneas com presença de aglomerados.

Texto completo:

PDF