RELAÇÃO ENTRE O ENTUPIMENTO DE GOTEJADORES E OS ATRIBUTOS FÍSICO-QUÍMICOS E MICROBIOLÓGICOS DE EFLUENTE DE LATICÍNIOS DILUÍDO

Ayslann Todayochy Siqueira de Andrade, Maria Elidayane da Cunha, Rutilene Rodrigues da Cunha, Blake Charles Diniz Marques, Rafael Oliveira Batista

Resumo


O reuso da água se destaca em função do atual cenário de escassez hídrica e degradação ambiental, no entanto as características físico-químicas e microbiológicas das águas residuárias acarretam o entupimento dos emissores de sistemas de irrigação localizado. Neste contexto, objetivou-se com este trabalho analisar as alterações do coeficiente de uniformidade de distribuição e do coeficiente de uniformidade estatístico de unidades gotejadoras dotadas de cinco tipos de emissores, que aplicaram efluente de laticínios diluído em água de abastecimento público na proporção 1:3 (uma parte de efluentes de laticínios diluída em três partes de água de abastecimento público). Os ensaios experimentais foram realizados no Laboratório de Poluição e Degradação do Solo da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, onde, por meio da montagem de uma bancada experimental contendo cinco unidades gotejadoras, foi avaliado o seu desempenho a cada 40 h, até o tempo total de 200 h. Foram determinadas, neste experimento, as características pH, condutividade elétrica, sólidos suspensos, sólidos dissolvidos, cálcio, magnésio, ferro total, manganês total e coliformes totais. Os resultados indicaram que o gotejador Netafim Tiran foi o mais suscetível ao entupimento ocasionado pelos agentes físico-químicos e microbiológicos do efluente de laticínios diluído.

Texto completo:

PDF